Processo judicial de Luís Ernani Dias Amado

Ações disponíveis

Ações disponíveis ao leitor

Representação digital

Processo judicial de Luís Ernani Dias Amado

Consultar no telemóvel

Código QR do registo

Partilhar

 

Processo judicial de Luís Ernani Dias Amado

Detalhes do registo

Nível de descrição

Documento composto   Documento composto

Código de referência

PT/FCT/LEDA/001/021

Tipo de título

Atribuído

Título

Processo judicial de Luís Ernani Dias Amado

Datas de produção

1961-07-31  a  1964-10-28 

Dimensão e suporte

Papel A4 e outros formatos

Âmbito e conteúdo

Documentação relacionada com o processo judicial de que Luís Ernani Dias Amado foi alvo entre 1961 e 1964, em virtude da sua participação em organizações e movimentos anti-fascistas. O conjunto, constituído maioritariamente por cópias, inclui informações internas da polícia política, ordens de serviço (uma delas contendo a lista de personalidades abrangidas com uma pena de «interdição de saída do país», incompleta, e a respetiva contra-ordem, anulando a anterior, com data de 18 de janeiro de 1963), relatório da Polícia Internacional e de Defesa do Estado, relatório da sentença do Tribunal Plenário de Lisboa no qual Dias Amado é absolvido (cópia do julgamento realizado em 22 e 27 de outubro de 1964), e recortes de jornais com cortes dos serviços de censura. Nos documentos, e para além de Dias Amado, figuram os nomes Mário Soares, Mário de Azevedo Gomes, Carlos e Mário Cal Brandão, Armando Adão e Silva, José Magalhães Godinho, Eduardo Ralha, entre outros, todos ou praticamente todos signatários do «Programa para a democratização da República», em 31 de janeiro de 1961.

Localização física

PT/FCT/ACT-ÁREA A/24/12/2

Cota descritiva

A.24.12.2

Cota original

014213/047

Cota antiga

Caixa 8/8

Idioma e escrita

Por (português)

Características físicas e requisitos técnicos

Bom estado